Apresentação

O Filmologia está dividido em duas estruturas que funcionam, independentemente, em duas frentes. A primeira é a das edições e a segunda diz respeito às cinco seções do site, onde os filmes são abordados a partir de olhares específicos, conforme aquilo que indica os títulos de cada uma das seções. Ambas as frentes prezam por uma pluralidade no que toca à escrita e às obras abordadas, sem dispensar atenções apenas a determinados tipos de filmes em detrimento de outros. Nossa estrutura, portanto, divide-se em:

Edições – Trimestralmente, os membros se reúnem para lançar edições temáticas que podem ser compostas por: a) imersão nas filmografias de cineastas os mais diversos; b) por determinados períodos da história do cinema; c) ou por temas ainda mais particulares, observados e sugeridos pelos membros no correr de suas relações e percepções do cinema.

Críticas – Na seção de críticas se esboça um contato mais direto e constante com o público. É nesse espaço onde se escreve sobre filmes que estão em cartaz, lançando ideias sobre obras que, de uma forma ou de outra, representam a atualidade do cinema e que, por conta disso, nos movem em direção à necessidade de pensar mais atentamente esse “cinema dos dias de hoje”.

Artigos – Espaço reservado para insights mais livres: diálogos entre cinemas, temas, imagens, movimentos, gestos, observações sobre o circuito exibidor, mostras, etc; é também o espaço para os filmes fora de cartaz, onde geralmente aparecem textos a respeito de filmes do passado do cinema – seja este passado recente ou não.

Efígies Recortes de movimentos precisos, de revelações que por vezes pedem a pausa, quadro a quadro, dão forma ao conteúdo desta seção. Pois nem só de palavras se faz a crítica. Na remontagem de uma lembrança, de uma cena eleita pelos sentidos, arquivamos nossas efígies com a solidez que delas emana, naturalmente, pedindo a guarida de uma reflexão ligada ao simples ato de ver.

Fragmentário – Como as pequenas memórias também ocupam uma profundidade particular de sentido, guardamos esta seção como a um baú de tesouros a serem (re)descobertos. No amor ao cinema, não temos ciúme. E como num beijo, resgatamos aqui alguns filmes a partir de uma imagem, de um parágrafo. Não importa o lugar dos títulos na história, mas sim a maneira como eles vivem em nós.

Filme em foco – Aqui, a equipe se reúne para falar sobre um determinado filme em específico, sugerido por algum dos membros. Daí resulta esta seção, onde, a partir do filme escolhido, os membros escrevem textos que apontam sobretudo para a diversidade de olhares, algo que, sem dúvida, forma um interessante mosaico repleto de vias e caminhos para se abordar e ingressar nas obras selecionadas.

Outros quadros – Nem só de cinema vive o Filmologia. O desejo de falar sobre outras imagens que não aquelas vindas somente dos filmes é a força maior desta seção, que, à procura de outras naturezas, à procura de outras texturas e sentidos, converte-se no local propício para novos desbravamentos.


ISSN 2238-5290