O Deserto esqueceu suas rosas


“Diz o ditado,
Que quando duas crianças se beijam
Sem poderem falar;
Uma delas
Tem que morrer”

“Olha, uma estrela cadente
Tens de fazer um desejo
E sabes o que se diz,
Que quando aparece uma
É por alguém ir morrer
Deus, se isso for verdade;
Faz que não veja nunca uma estrela cadente.”

Um adágio para O Rei das Rosas, a ária de luz desse beijo silencioso de Schroeter e Montezuma, infantes que nunca se importaram de ouvir o som da terra a tremer ou de olhar para cima para ver a queda das estrelas.

Filme: O Rei das Rosas (1986, Werner Schroeter)

Matheus Kerniski

Janeiro de 2015



ISSN 2238-5290